+55 (61) 3710-3400

ico facebook ico instagram ico linkedin

en pt es

NÃO DEIXE SUA EMPRESA MORRER NA CRISE! Contrate um Plano de Gestão de Crise e Riscos Futuros

Ter um plano B para crises financeiras é algo de praxe do segmento empresarial, mas nada que comporte as consequências e incertezas da pandemia do coronavírus. Esse fato inesperado possui dimensões muito acima dos previstos em treinamentos.

Por isso, você deve estar se perguntando: o que fazer, então? É preciso olhar para o presente. Diagnosticar o real estado da sua empresa para planejar, desenvolver ações e soluções, controlar e agir para garantir o mínimo de futuro.

Não importa se a própria corporação, um departamento específico ou se contratarão uma terceirizada. Agora é hora de uma investigação profunda para identificar pontos fortes e fracos do negócio, bem como ativo e deficiências. É a elaboração de um planejamento de gestão de crise.

Tenha em mente que essa etapa inicial deve ser feita por especialistas, que dominem o arcabouço jurídico e legal do mundo corporativo a fim de conseguir observar o cenário, de forma contextualizada, a partir de múltiplos aspectos inclusive formatando a empresa dentro do sistema econômico mundial.

Riscos financeiros e econômicos gerados por crises mal geridas podem ser como uma bola de neve de problemas. Sim, é um desafio. Mas a Valorum e parceiros podem lhe ajudar diante da atual conjuntura.

Enquanto assessoria financeira especializada, criamos o Plano Empresarial para gestão e contingenciamento de crise financeira e mitigação de riscos futuros, composto de quatro etapas.

A primeira delas consiste na elaboração do plano de fato, identificação do cenário, criação de um comitê de crise, diagnóstico, análise e revisão de documentos, formulação de políticas.

A segunda é focada na construção de ferramentas para gestão de fluxo de caixa diário. A terceira, já com mapeamento da movimentação, vamos fazer projeções e planos de investimento. Já a quarta é o acompanhamento dos resultados.

Inteligência financeira consiste em coordenar dados que, aparentemente, não fazem sentido diante da pressão de uma catástrofe. Por isso, é necessário olhar atento e coragem! Entre em contato conosco!

Cinco coisas que toda empresa deve saber para enfrentar a crise do coronavírus

Estamos vivendo um momento inédito e de incertezas, mas a notícia boa é que vai passar e as coisas podem ficar melhores do que eram antes.

A pandemia do coronavírus – COVID 19 – ao redor do mundo colocou a população internacional em alerta e é dever dos brasileiros, enquanto nação, seguir as recomendações do Governo Federal e local para que os planos de controle da crise sejam executados com excelência.

Diante do cenário que ameaça a economia e os negócios, nós da Valorum viemos aqui te lembrar que toda crise, mesmo as mais complexas, é uma oportunidade. Listamos cinco conselhos para as empresas:

1 - Oriente para a prevenção, cuide do seu pessoal

Antes de cuidar da pessoa jurídica, temos pessoas físicas por detrás da engrenagem. Os empregadores precisam estimular os hábitos de higienização frequente, de acordo com as recomendações oficiais, por meio de campanhas de conscientização. Ofereça as condições necessárias, e espalhe informação. A comunicação interna deve ser eficaz e transparente tanto para a crise quanto para a real situação da empresa.

É importante ainda que a empresa garanta políticas emergenciais de flexibilidade para os funcionários, que englobem, por exemplo, possibilidade de home office, horários especiais, antecipação de direitos caso haja a necessidade de paralisação do serviço, realização de reuniões virtuais, redução de contato pessoal e de viagens.

Empregados com sintomas do COVID-19 devem ser orientados a procurar os serviços de saúde e precisam ficar em casa. 

2 - Segure com poucos investimentos

Seja prudente e entenda que investimentos em tempos de incerteza só valem a pena se a rentabilidade for tão alta a ponto de compensar o cenário. De acordo com os nossos especialistas, “todo investimento é considerado gasto voluntário para obtenção de benefícios no futuro”. Não estamos falando só de expansão, como novo ponto ou produto, mas as de folha de pagamento e energia elétrica, por exemplo.

Lembre-se que investimentos têm três propriedades: rentabilidade, liquidez, segurança que funcionam como vasos comunicantes. Segurança baixa, rentabilidade deve ser alta. Mas em tempos como este dificilmente encontra-se projetos nesse formato.

Recomendamos que se for da vontade do empresário, use recursos de baixo impacto, como recursos próprios. Se o empresário já estiver com dificuldade de liquidez, empréstimos devem ser feitos o mínimo possível e com correções rápidas. Procure bancos diferentes e analise.

3 – Pense duas vezes antes de aplicar no mercado financeiro

Flutuações no mercado financeiro podem parecer tentadoras para aplicação de recursos que estão sobrando. Mas compreenda que, recurso da empresa não é para ganhar dinheiro no mercado financeiro. O mais prudente é aplicar sobras da empresa em renda fixa, para torná-la mais segura e assim passar por esses momentos de crise. Lembre-se que a sua empresa é o patrimônio palpável para o seu futuro.

4 - Controle financeiro, controle de fluxo de caixa

Controle de fluxo de caixa é o caminho para o domínio rigoroso do que entra e sai da empresa e assim entender o que está acontecendo, de como a empresa está se saindo na crise e de como o futuro deve ser projetado.

É esperado uma diminuição de vendas. Mas qual é a providência que deve ser tomada para recuperar o mínimo de saúde para voltar a crescer? Recomendamos a criação do DFC – Demonstrativo de Fluxo de Caixa, com plano de contas adequados, com entradas e saídas por dia para controle. Procure compreender como fazer e construir uma ferramenta para acompanhar o comportamento do fluxo de caixa. E lembre-se, a Valorum pode te ajudar ou adaptar a partir das ferramentas já usadas pela empresa.

5 – Aprender a ressignificar

Tempos de crise favorecem o ambiente para encontrar pontos de melhora, antes cegos. É aquela história de ressignificar.

Estamos falando para você aproveitar o período para o aprimoramento de infraestrutura, políticas de trabalho, eficiência nos processos e pontos de produção que podem ser otimizados, gastando menos recursos e obtendo maiores resultados. Entenda que a situação presente é temporária, e sua empresa pode sair mais forte se aproveitar a dificuldade para aprender e reinventar.

Capital de terceiros é mesmo mais barato do que o capital próprio?

180823 VAL 04 blogpost 1x1 GA 02 1 1Em princípio sim, mas no Brasil, nem tudo funciona pelo princípio. Antes de explicar o que ocorre em nosso país, precisamos ampliar o entendimento do porquê uma empresa usaria recursos de terceiros. O uso de capital de terceiros aumenta a rentabilidade do capital próprio.

Em outras palavras, o uso de capital de terceiros aumenta a rentabilidade do capital do dono da empresa, tornando-o mais rico. Todos os livros de Administração Financeira explicam essa vantagem pelo benefício fiscal.

De fato, é uma realidade que o benefício fiscal existe, mas só para as empresas com regime de lucro real, e mesmo assim, esse não é o motivo principal.

Leia mais...

6 Boas Práticas de Gestão Financeira Empresarial

180625 VAL 03 blogpost 1x1 GAO que preciso fazer para que minha empresa tenha saúde financeira estabilizada e crescimento sustentável? Essa é a pergunta que todo gestor se faz, periodicamente. E existem algumas respostas para ela. Conheça agora seis boas práticas de gestão financeira empresarial.

1. Elaborar planejamento financeiro

A primeira boa prática de gestão financeira para que a empresa seja sustentável no longo prazo é elaborar o planejamento financeiro da companhia. Trata-se de um processo constante que visa identificar oportunidades de investimento para expansão da empresa.

Devem fazer parte do planejamento financeiro itens como orçamento de gastos, cronograma e índices de viabilidade. Saiba um pouco mais sobre cada item:

Leia mais...

  • logo AB Engenharia
  • Logo Aero Cargas
  • Logo Ampla Imagem
  • Logo Arezzo
  • Logo Café do Sitio
  • Logo Z Tecnologia em comunicação
  • Logo Valéria eventos e decorações
  • Logo Visão Institutos associados
  • Logo Grupo Unicom
  • Logo Tecnolta soluções em impressão
  • Logo Subway
  • Logo Scan Medicina Veterinária  Diagnóstica
  • Logo Ritmos academia de danças
  • Logo Rhaiz soluções em RH
  • Logo Pontual
  • Logo Plennus
  • Logo Piquet Carneiro
  • Logo Óticas Diniz
  • Logo OSM
  • Logo Oficina de tortas artesanais
  • Logo OdontoGroup
  • Logo Naju
  • Logo Mourão Seguros
  • Logo Miranda Imobiliária
  • Logo Mark imob marketing imobiliário
  • Logo Mami baby
  • Logo Lord
  • Logo LigMed Drogaria e delivery
  • Logo Kranfo Restaurantes
  • Logo Kazzar arte em festa
  • Logo IMEB
  • Logo Homero Reis Consultores
  • Logo Genforce energia
  • Logo Freedom honda
  • Logo Farmacontécnica
  • Logo El Paso Texas
  • Logo EBF
  • Logo Instituto Durães
  • Logo Don Romano
  • Logo Doce Chalé
  • Logo Academia Dalmo Ribeiro
  • Logo Ceavjr
  • Logo Carlitos Buffet
  • Logo Cafe e complementos